Quatro universidades europeias criam mestrado em Ecohidrologia Aplicada

Quatro universidades europeias juntaram-se num consórcio para criar o Mestrado Erasmus Mundus em Ecohidrologia Aplicada (MAEH-EM). Coordenado pela Universidade do Algarve, este mestrado tem como parceiras a Universidade de Lodz (Polónia), a Technische Hochschule Lübeck (Alemanha) e a Universidade de Antuérpia (Bélgica).
Share
 

Com um caráter inovador, reconhecido pela União Europeia e pelo programa Erasmus Mundus, o MAEH-EM procura encontrar e implementar soluções de base natural, harmonizadas com soluções de engenharia, quando necessário, de forma a assegurar a qualidade dos ecossistemas aquáticos, promovendo a gestão sustentável dos seus usos.

Os licenciados em MAEH-EM beneficiarão de uma visão holística e dos conhecimentos técnicos necessários para resolver os problemas complexos e multifatoriais da segurança da água e da sustentabilidade dos ecossistemas aquáticos, atualmente e no futuro.

O programa deste mestrado funde, ainda, as competências e a perícia de quatro universidades europeias e coopera estreitamente com peritos, empresas e instituições UNESCO com elevados conhecimentos em ciência da água.

Para Luís Chícharo, coordenador deste mestrado, “o MAEH-EM reveste-se de primordial importância porque contribui para a formação de profissionais que, com base no conhecimento teórico e prático aprofundado sobre os sistemas aquáticos, irão desenvolver, implementar e gerir as soluções baseadas na natureza, protegendo a qualidade dos ecossistemas aquáticos e assegurando o equilíbrio e a sustentabilidade dos usos para a sociedade e para os ecossistemas”. Contudo, explica, “a importância da contribuição global do MAEH foi reconhecida pelo programa Erasmus Mundus da União Europeia e conta com o apoio da Programa de Ecohidrologia da UNESCO. Para além disso, “o MAEH-EM responde a vários dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas”.

Mais informações e candidaturas aqui.

Relacionadas