Apresentação
Bioengenharia combina biologia, biotecnologia e engenharia. Este campo único e interdisciplinar permite cobrir uma gama ampla de temas, onde o entendimento aprofundado de engenharia possibilita a resolução de problemas médicos e da tecnologia biológica. Sendo a Bioengenharia uma área em crescente procura, o plano curricular permite a realização de estágio em ambiente empresarial ou em ambiente científico, promovendo a inserção nas múltiplas vertentes de progressão profissional. Este estágio, pode ser realizado no 3º ano em substituição de 12 (dos 18 ECTS) relativos às disciplinas optativas. ​​​​​

Objetivos

O objetivo fundamental do curso é preparar profissionais com conhecimentos e competências técnicas e científicas para resolverem problemas multidisciplinares da Bioengenharia.

Para tal, pretende-se:

  • Fornecer conhecimentos sólidos nas áreas básicas da Bioengenharia (matemática, física, química e biologia) e em conceitos básicos de saúde
  • Proporcionar experimentação em engenharia biomédica e biológica (usando abordagens atualizadas, interdisciplinares e transdisciplinares)
  • Incentivar e capacitar a resolução autónoma de problemas nas diversas vertentes da Bioengenharia (conceção, planeamento, projeto, gestão e execução)

Competências

Capacidade de desenvolvimento de soluções para problemas de Bioengenharia, de forma sistemática, com conhecimento para implementação computacional e análise de resultados à luz da engenharia. Concretamente:

  • Aptidão para interpretação e análise de bioprocessos e reatores biológicos
  • Capacidade de modelação de bioprocessos e implementação de estratégias de natureza tecnológica que se traduzam na promoção do desenvolvimento sustentável
  • Capacidade de identificação e caracterização de materiais e instrumentos aplicados em engenharia biomédica
  • Conhecimento de biomateriais utilizáveis no desenvolvimento de tecnologias de apoio e reabilitação médica
  • Competência de implementação de programas computacionais e de sistemas eletrónicos básicos aplicáveis em Bioengenharia
  • Conhecimento de metodologias de análise, processamento e classificação de sinais biológicos

Legislação Aplicável

A Universidade do Algarve consciente da crescente necessidade de bioengenheiros quer a nível nacional, quer internacional, e da insuficiência de vagas nas instituições de ensino superior do norte e centro de Portugal para satisfazer o elevado número de candidatos a este tipo de engenharia e tecnologias afins, decidiu aumentar a capacidade de formação superior em Portugal e, consequentemente, da economia, criando a licenciatura em Bioengenharia em 2019 (Despacho 6935/2019, 2ª série, nº 148) e alterado em 2020 (Aviso 10895/2020, 2ª s, nº 144 de 27 de julho de 2020)

A candidatura ao ensino superior público é feita anualmente através de concurso nacional e concursos especiais.
Documento
 
Saídas Profissionais
  • Indústrias /empresas de Engenharia Biológica e Engenharia Biomédica
  • Atividades relacionadas com processos químico-biológicos
  • Valorização de materiais naturais e produtos de origem marinha
  • Conceção e desenvolvimento de novos produtos com base em biologia molecular (ex: fármacos) e sistemas de diagnóstico
  • Desenvolvimento e manutenção de Instrumentação biomédica
  • Desenvolvimento de sistemas de apoio ao diagnóstico e terapia (em particular próteses)
  • Formação de profissionais da saúde para uso adequado dos equipamentos e para manutenção de próteses
  • Análise e modelação de sistemas e produtos
  • Investigação multidisciplinar