Ciências Farmacêuticas

Mestrado Integrado
Ensino Universitário
Diurno
Idioma de Lecionação
Português
Unidade Orgânica
Faculdade de Ciências e Tecnologia
Área Temática
Ciências e Tecnologias da Saúde
 
Apresentação
O Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas é o único curso académico que conduz à profissão de farmacêutico. A prática desta profissão está enraizada na sociedade há séculos, sendo o farmacêutico a peça central no estudo, produção e dispensa do medicamento. Para esse efeito, o ciclo de estudos do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas orienta os estudantes para as áreas base da Química e Biologia, fazendo a interligação destas ciências com a Medicina e a Farmácia. Para além de uma forte formação de base, o curriculum incorpora também formação aplicada à prática farmacêutica, desde a tecnologia farmacêutica, passando pela gestão, até aos cuidados farmacêuticos.

Objetivos

O Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas visa a preparação de profissionais de saúde com um amplo conhecimento científico, que pela sua transversalidade lhes confere competências para atuar nas diversas áreas associadas ao medicamento, às análises clínicas ou à investigação.

Um Mestre em Ciências Farmacêuticas fica habilitado para agir em qualquer fase do ciclo do medicamento desde a sua investigação e processo de fabrico, até à sua dispensa ao doente.

Em particular, os profissionais com esta formação ficam habilitados para o exercício exclusivo das atividades que integram o Ato Farmacêutico (Decreto-Lei n.º 288/2001).

Organização

O curso está estruturado sob a forma de Mestrado Integrado com duração total de 5 anos, englobando um 1.º e um 2.º ciclos, que funcionam de forma coordenada. O Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas encontra-se organizado pelo sistema de ECTS (European Credit Transfer System), com um total de 300 ECTS. Com a conclusão do 1º ciclo, que tem a duração de 3 anos (180 ECTS), é conferido aos estudantes o grau de Licenciado em Estudos Básicos de Ciências Farmacêuticas. Contudo, apenas é permitido o acesso à profissão de Farmacêutico aos estudantes que concluam o 2º ciclo, com duração de 2 anos (120 ECTS), sendo-lhes atribuído o grau de Mestre em Ciências Farmacêuticas.

Os estudantes de Ciências Farmacêuticas têm a oportunidade de desenvolver parte dos seus estudos numa universidade europeia, através de diversas colaborações estabelecidas pela Universidade do Algarve no âmbito do programa Sócrates/Erasmus. Através do Programa Almeida Garrett, os estudantes têm também a possibilidade de efetuar um período de estudos, com pleno reconhecimento académico, numa das diferentes instituições do ensino superior público universitário português.

Legislação Aplicável

O curso de Ciências Farmacêuticas foi criado na Universidade do Algarve em 2005 (Deliberação SU-5/2005, de 27 de janeiro), sob a forma de licenciatura. Em 2007 foi adequado ao Processo de Bolonha (Deliberação n.º 2272-B/2007, publicada no DR, 2ª s, n.º 215, de 8 de novembro), assumindo a estrutura de Mestrado Integrado. Tendo em vista uma melhor adequação pedagógica e científica o plano de estudos foi revisto e alterado em 2012 (Despacho 13356/2012, publicado no DR, 2ª s, n.º 197, de 11 de outubro, retificado  pela Dec de retificação n.º 1070/2013, publicada DR, 2ª s, n.º 193, 7 de outubro de 2013), alterado em 2020 (Aviso 10894/2020, DR, 2ª s, n.º 144 de 27 de julho)

Regulamento Específico do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas

A candidatura ao ensino superior público é feita anualmente através de concurso nacional e concursos especiais.
Documento
 
Saídas Profissionais

A atividade farmacêutica pela sua longa tradição, enquadramento legal, e transversalidade de conhecimentos dos Mestres em Ciências Farmacêuticas estende-se por várias áreas, normalmente associadas ao medicamento mas também fora destas.

As principais incluem:

  • Análises (clínicas, toxicológicas, químicas e biológicas)
  • Farmácia de oficina
  • Farmácia hospitalar
  • Industria
  • Distribuição grossista
  • Ensino
  • Investigação

"A minha formação na UAlg em conjunto com todas as estruturas académicas e associativas que a rodeiam, permitiram-me desenvolver de forma positiva a nível profissional como farmacêutico mas também a nível pessoal como cidadão e ser humano."

Ruben Viegas

Ciências Farmacêuticas