"Universidade do Algarve – 40 Anos a Criar Futuro"

"Universidade do Algarve – 40 Anos a Criar Futuro"

No âmbito das comemorações do 40.º aniversário da Universidade do Algarve, a exposição "UNIVERSIDADE DO ALGARVE – 40 ANOS A CRIAR FUTURO" inaugurou no dia 21 de novembro, às 16h30, no Espaço +, Galeria de Arte do Município de Aljezur, com a presença do presidente da Câmara Municipal de Aljezur, José Gonçalves, e do reitor da Universidade do Algarve, Paulo Águas. ​​​​​​​A cerimónia contemplou ainda a entrega da Medalha de Ouro pelo Município à Universidade do Algarve.​​​​​​​

Esta exposição foi inaugurada no passado dia 9 de maio, na Assembleia da República. O local escolhido resultou do facto de ser a única universidade portuguesa criada por Lei da Assembleia da República. O Projeto de Lei deu entrada em 19 de abril de 1977 e mereceu aprovação unânime do Parlamento a 16 de janeiro de 1979, permitindo que, em 28 de março, fosse publicada a Lei n.º 11/79, que criou a Universidade do Algarve. Essa unanimidade assinalou de forma inédita a criação da Instituição, que nasceu, assim, da “vontade dos algarvios”.

Esta exposição itinerante e interativa pretende mostrar e explicar o que aconteceu ao longo destes 40 anos e, ao mesmo tempo, celebrar o percurso da Academia algarvia. Como a história de qualquer instituição é feita por pessoas e factos, são aqui retratados momentos importantes, desde a sua génese até à atualidade, dando a conhecer ainda as linhas de investigação da UAlg.

Atenta aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, que definem as prioridades e aspirações globais para a Agenda 2030 e requerem uma ação à escala mundial, dentro dos limites do planeta, o visitante ficará a conhecer as inúmeras linhas de investigação da Universidade do Algarve e o seu compromisso com os 17 Objetivos definidos no contexto da Organização das Nações Unidas (ONU).

Estabelecendo um plano de ação assente no ambiente, no combate às alterações climáticas, nas pessoas e no planeta, esta exposição mostra de que forma a UAlg pretende ser um contributo local para o desenvolvimento global.

Share Partilhar