História

A FCT é uma unidade orgânica da Universidade do Algarve (UAlg).

É dotada de autonomia científica, pedagógica, cultural e administrativa, conforme estabelecido nos Estatutos da Universidade do Algarve e nos seus próprios estatutos.

Tal como existe atualmente, a FCT foi criada em 2008, pelos Estatutos da Universidade do Algarve , que decorrem do novo Regime Jurídico das Instituições de Ensino Superior .

A atual FCT resulta da fusão de três faculdades então existentes: Faculdade de Ciências do Mar e do Ambiente, Faculdade de Ciências e Tecnologia e Faculdade de Engenharia dos Recursos Naturais.

A Faculdade, tal como a Universidade, situa-se em Faro, capital da Região do Algarve, a sul de Portugal e a sul da Europa. Nesta região, a Universidade do Algarve é a única instituição de ensino superior público.

A Faculdade está localizada no Campus de Gambelas, junto ao aeroporto de Faro, Campus onde estão todas as unidades orgânicas de ensino universitário da Universidade do Algarve .
Os estatutos da Faculdade estão publicados no Diário da República, 2ª s, n.º 103, de 28 de maio de 2009 (Aviso n.º 10215/2009).

A Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade do Algarve desenvolve a sua atividade no âmbito do ensino, da investigação e difusão do conhecimento científico e tecnológico nas áreas das Ciências Biológicas e Bioengenharias; Ciências da Terra, do Mar e do Ambiente; Engenharia Eletrónica e Informática; Física; Matemática, Química e Farmácia.
Da sua missão cabe-lhe promover a formação superior apoiada na investigação científica, desenvolvida nos seus cinco Centros de Investigação reconhecidos nacional e internacionalmente, assegurando assim a realização de cursos conducentes à obtenção dos diferentes graus académicos do ensino superior em domínios de ponta em constante atualização. Na prossecução dos seus objetivos de excelência, a FCT tem estabelecido parcerias possibilitando aos seus alunos e docentes, oportunidades únicas de aceder a programas de intercâmbio internacional tanto a nível da formação como da investigação. O know-how estabelecido na FCT aliado ao dinamismo dos seus membros, permite igualmente que a transferência do conhecimento e da tecnologia se apresente com um dos seus contributos efetivos para a sociedade.